Gordinhas: Convivência e aceitação

20 janeiro, 2011
A maioria da população é obesa ou está acima do peso. É raro ver pessoas com um corpo "perfeito". Apesar disso, a mídia exibe apenas mulheres de traços e curvas perfeitas. Não é o que vemos nas ruas. Vemos pessoas altas e baixas, de todas as cores, pessoas especiais, gordas ou magras e feias ou bonitas. Mas o que é ser feio? Quem pode determinar o que é feio ou bonito? Hoje em dia, tudo que a mídia exibe, torna-se regra da sociedade. Roupas, estilos, música, e até gírias. Tudo é absorvido com total aceitação.


Internacionalmente falando, estão introduzindo modelos gordinhas aos desfiles. Apoio muito! Não existem só mulheres magras e altas no mundo.

Katie Price fez um desfile com modelos magras, gordinhas, com seios grandes, pequenos e etc. Adorei! Mostrou a diversidade de tipos corporais. É por isso que somos únicas! Também admiro as modelos. É preciso ter muita atitude para desfilar de lingerie. O mais legal foi ter colocado todas juntas, deu uma cara de "somos diferentes, mas somos todas mulheres". É tocante.

Um nicho próspero para modelos gordinhas vem sendo aberto no País. Mas nada que se compare aos Estados Unidos. Aqui, elas recebem menos do que as modelos magras e, muitas vezes, não encontram estrutura mínima para se produzirem, como cabeleireiro e maquiador. Para valorizar esse mercado (e os cachês), cinco modelos paulistanas se reuniram e formaram o grupo Top Five. São elas: Andrea Boschim, de 32 anos; Bianca Raya e Celina Lulai, de 28; Mayara Russi, de 22; e Simone de Fiuza, de 25.
"Produzimos fotos e as divulgamos, para abrir os olhos das pessoas e mostrar que somos profissionais", avisa a idealizadora do Top Five, Simone Fiuza. Ela trabalha como modelo há cinco anos, mas diz que o mercado despontou nos dois últimos anos. É uma das poucas modelos plus size que vive exclusivamente dos cachês.

Sem querer ser contraditória, mas objetivo do post não é incentivar pessoas a engordarem, e sim alimentar sua auto-estima. Se você é gordinha, você não está sozinha, e não significa que você é feia por causa disso. Primeiramente, dê valor a si mesma, pois se você mesma não se amar, ninguém a amará. 

Para novidades, assine as novidades por e-mail (ao lado) ou siga o blog no Twitter
=> Avançar para Gordinhas: Moda a Favor

5 comentários:

  1. Raffa Sanches disse...:

    Nossa, super adorei o post!
    Você tem toda razão e já tinha ouvido falar desse Top Five, super legal a iniciativa das garotas.
    Adorei o blog e esse post.
    Seguindo!
    Bjs

  1. Já troquei o banner antigo pelo novo.

    Boa sorte no sorteio.

    http://www.guiamodamulher.com/

  1. Edith Gomes disse...:

    oiiii, adorei seu blog também!
    beijãooo
    www.tudocommoda.blogsport.com

  1. amanda disse...:

    bom eu dorei conhecer esse blog pois tbem sou gordinha e fiquei mto feliz em sber que existe gordinhas que se aceitam do jeito que são como nos!♥ parabens

  1. Obrigada pelos comentários, meninas! Espero que isso alimente suas auto-estimas e que abram suas mentes para o novo mundo da moda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...